terça-feira, 29 de agosto de 2017

COMO UTILIZAR OS INCENSOS E QUAIS AS SUAS FUNÇÕES



Os incensos têm sua utilização com histórico milenar com os povos do Oriente, árabes, egipcios, chineses, indianos. Para estes povos sua utilização era mística, para falar com seus deuses, seus ancestrais. Era utilizado como um ato de purificação do local e elevação espiritual através da meditação. Um verdadeiro ritual. Até mesmo na religião católica os incensos são utilizados, quando o padre passa o turíbulo no altar e nos bancos da igreja, como forma de purificação.
Essa tradição milenar de invocar a presença dos seres de luz através dos aromas e da fumaça, afastando assim os seres negativos que se irritam com os aromas místicos juntamente com a nossa intenção e respeito no momento deste ritual. Quando colocamos nosso coração juntamente com nosso pensamento, invocamos as Energias Mágicas do Universo para tomarem lugar em nossa casa.

Há muito tempo aprendi que para acender um incenso devemos utilizar o fósforo por ser um objeto mais natural e evocarmos os poderem dos elementos fogo, madeira e ar, sendo que quando se utiliza de isqueiros, o elemento básico é um gás. Da mesma forma quando apagamos a chama que se forma na ponta da vareta devemos movimentar levemente o incenso no ar para que seja apagada naturalmente, pois, aos assoprarmos, mesmo também sendo o ar, interferimos com pequenas gotículas de saliva, que NÃO pode ser considerada como elemento água.


Os incenso também podem ser utilizados com finalidade terapêutica.

  •  Os incensos de lavanda, rosa, baunilha, camomila e palo santo, acalmam, relaxam, desta forma podem ser utilizados quando o ambiente está agressivo com brigas, pessoas mal humoradas, muito agitadas, ansiosas;
  • Os de aromas cítricos como limão, laranja, citronela, maçã, podem ser utilizados para quando se deseja limpar o ambiente de doenças frequentes, porque eles têm função desinfectante. Auxiliam também quando as pessoas estão com dificuldade de se alimentar, pois estimulam o apetite. Ajudam também a repelir insetos;
  • Os de jasmim, cravo, canela são estimulantes e atidepressivos;
  • Cânfora e olíbano podem ser colocados quando as pessoas apresentam dores crônicas, porque eles apresentam função sedativa. Podem ser utilizados em uma sessão de Reiki, quando a queixa for de dores crônicas.
Nas questões ritualísticas alguns aromas servem para proteção, elevação espiritual durante a meditação, limpeza energética, prosperidade, concentração e até mesmo auxiliar no romance.

  • Prosperidade: cedro, canela, âmbar, benjoim, mirra, nóz moscada, verbena;
  • Limpeza Energética: arruda, alecrim, cânfora, eucalipto, mirra, cedro, palo santo;
  • Elevação Espiritual e Meditação: alfzema, lírio, mirra, sândalo, flor de lótus;
  • Amor e Romance: alfazema, erva doce, patchuly, jasmim, orquídea.
Notem que os aromas servem a mais de uma função ao mesmo tempo, assim fica mais fácil ainda alcançar os seus objetivos. Mas, acima de tudo, o mais importante na hora de acender um incenso é fazê-lo com o coração, sabendo que acender um incenso é um ato sagrado e que você está manifestando seu desejo de elevar seu espírito e invocar as boas energias dos seres iluminados,  mantendo seus pensamentos firmes nos seus objetivos.

Assista também o vídeo em: https://www.youtube.com/watch?v=m1OWYbe5HNc&t=6s

Nenhum comentário: